terça-feira, 26 de janeiro de 2010

#fail

Que merda é esse de pensamento?

Sai daqui idiota! Odeio seu jeito de não expressar direito as coisas, odeio essa sua vida inconsequente, odeio sua impulsividade e odeio mais quando percebo que você não tá nem aí pra mim mas faz de tudo pra tentar mostrar que está. A gente nem se fala, nem sabe como o outro está mas ainda assim acho que chegando aí alguma coisa vai acontecer.

Tá, mesmo que não aconteça ainda lembro de você. E a última imagem que tenho é quando você dirigia revoltado e não conversava comigo. Seu semblante tão sério, tão concentrado - mesmo após aquelas horas todas juntos- e você insistia em dizer que nada tinha acontecido. Muitas vezes sinto que você se lembra de algo, que alguma parte sua 'trava', 'caí na real', sei lá.

Então chego na parte de que somos apenas casuais.

A verdadeira felicidade

Quando estou em Três Lagoas sinto vontade de deixar pra trás minha vida de Curitiba. Não minto, sinto muita vontade de largar o frio, as pessoas frias e aquela faculdade maravilhosa pra ficar onde eu sei que me sinto bem até do avesso. Não sou do tipo de pessoa que desiste por pouco, só que não dá pra negar que bem-estar deveria ser nosso porto seguro.
Ontem fui na casa de um amigo e lá estava rodeada de pessoas amáveis, de pessoas do meu coração e por um instante parei e fiquei observando o momento: aqueles amigos, aquelas conversas, aquelas risadas, aquele clima gostoso...por que troquei tudo isso? Não consigo ser extravagante e esperar coisas exuberantes da vida, sério, sou muito pessoal, do tipo que se realiza com coisas simples. Nunca mais terei um rotina como essa das férias, nunca mais o bem-estar será meu porto seguro. Deixei pra trás, fiz uma escolha e tô longe, bem longe!
Só que dá uma dor no coração, uma sensação de medo, de ter feito a escolha errada. Tenho uma alma tão do interior e sinto orgulho disso. Eu amo o fato das pessoas aqui serem tão unidas e amo mais é quando percebo o quanto me sinto feliz aqui!

Três Lagoas

Amizade e férias não fazem mal pra ninguém!